Cenorelho- ragdoll de páscoa!

Olá pessoal, tudo bem? Hoje vim postar essa receita que ensinei ao vivo no programa da Lili- Arte que faz na página da Círculo! Desculpem a demora da receita escrita, mas tive um problema pessoal e precisei adiar um pouquinho! Espero que entendam! Segue a receita então e quando fizerem não esqueçam de compartilhar com as #cenorelho #fizuncacareco e #semprecirculo pois quero curtir todas!!!

Esta peça será tecida em carreiras vai e vem sempre encerrando a carreira e tecendo uma correntinha de subida uma vez que a peça será tecida praticamente toda em pontos baixos!

Entre parenteses está a quantidade de pontos que a carreira deve ter ao final.

Materiais:

Fios amigurumi da marca círculo, agulha 3,0 e 2,0 (para orelha) , aguha de tapeçaria , agulha e linha de bordado e enchimento de fibra siliconada.

Legendas:

Aum= aumento (2 PB no mesmo ponto de base)

Corr= correntinha

pb= ponto baixo

PSP= ponto sobre ponto (não aumentar nem diminuir)

Dim= Diminuição

Cenoura:

1- tecer 5 Corr

2- 4 pontos baixos – ponto sobre ponto (4)

3- 1 aum no início, 2 PB, 1 aum no final (6)

4- ponto sobre ponto (6)

5- 1 aum no início , psp, 1 aum no final (8)

6 e 7- ponto sobre ponto (8)

8- 1 aum no início,psp, 1 aum no final (10)

9- 1 aum no início, psp, 1 aum no final (12)

10 à 14- PSP (12)

Ao final da décima segunda carreira, subir 12 correntinhas e prender no primeiro ponto da carreira com 1 PB

15- PSP na carreira de correntinhas

16 a 20- PSP (12)

21- dim, psp, dim (10)

22- dim, psp, dim (8)

23- dim, psp, dim (6)

24- dim, psp, dim (4)

25- psp (4)

Verso na cenoura é idêntico porém não há a necessidade de subir as 12 correntinhas para fazer a abertura, apenas seguir ponto sobre ponto nessa parte!

Folhas:

1- 5 correntinhas

2- psp (4)

3- aum, psp, aum (6)

4- psp (6)

5- aum, psp, aum (8)

6- psp (8)

7- tecer psp apenas nos 3 primeiro pontos. Subir correntinha e virar (3)

8 a 17- psp (3)

18- subir 2 corr, pular o primeiro ponto, fazer 2 pontos altos no segundo ponto e um ponto baixo no terceiro.

Arrematar.

19-Encaixar o nó corrediço (início da corr) no quarto ponto da carreira 6 e tecer psp apenas em 2 pontos. Subir 10 carreiras de psp (2)

20- pular o primeiro ponto e fazer baixíssimo no segundo ponto.

21- encaixar o nó corrediço na agulha e encaixar 1 ponto baixo no sexto ponto da carreira de base das folhas. Fazer a mesma sequência da primeira “pétala da folha”.

Coelhinho:

1- 9 corr

2- 8 PB (8)

3 a 13- psp (8)

14- dim, psp, dim (6)

15- psp (6)

16- dim , psp, dim (4)

Fazer frente e verso idênticos.

Orelhas:

1- 5 corr

2- 4 PB (4)

3- tecer apenas os 2 primeiros pontos, subir corr e virar a peça.

4 a 8- psp

9- pular primeiro ponto e fazer baixíssimo no segundo

10- encaixar um nó corrediço na agulha e proceder como fizemos na folha pra iniciar a segunda orelhinha que será idêntica a primeira.

Fazer os 2 lados da orelha iguais.

Todas as partes deverão ser unidas com pontos baixos não muito apertados. A única parte que vai enchimento é o coelhinho e não muito cheio!

Todas as outras dicas estão no vídeo a seguir:

passo a passo em video

Espero que curtam e que façam muitos cenorelhos!

Qualquer dúvida corre no inbox do meu insta e me chama!

Beijos, Clá

Anúncios

Desafio de verão: “Patinho Cacareco”

Cacarecos Craft
Por Clarice Moraes

Eita que tava demorando pra lançar desafio no Crochê Descolado, né? A correria do dia a dia as vezes causa isso, mas tô feliz de compartilhar essa receita de verão com vocês! E não vai parar por aí! Teremos mais duas receitas nesse desafio veranil! Em breve posto a próxima!!!

Espero que curtam ! ❤️

Corpo:
1- anel mágico com 6 pontos
2- 6 aumentos (12 pontos)
3- 1 ponto, 1 aumento até o final da careira (18 pontos)
4- 2 pontos, 1 aumento até o final da careira (24 pontos)
5- 3 pontos, 1 aumento até o final da careira (30 pontos)
6- 4 pontos, 1 aumento até o final da careira (36 pontos)
7, 8,9 e 10 tecer ponto sobre ponto sem aumentos nem diminuições
11- 4 pontos, 1 diminuição até o fim da carreira (30 pontos)
12- tecer ponto sobre ponto (30 pontos)
13- 3 pontos, 1 diminuição até o fim da carreira (24 pontos)
14- tecer ponto sobre ponto (24 pontos)
15- 2 pontos, 1 diminuição até o fim da carreira (18 pontos)
16 e 17 tecer ponto sobre ponto (18 pontos)
18- “rabinho”: dobrar a peça e tecer 9 pontos baixos pegando 2 pontos juntos de cada vez, fechando.
19-subir 1 ponto alto a partir do 9º ponto da carreira anterior, tecer um leque de 7 pontos altos no ponto seguinte, pular 1 ponto, tecer um ponto baixo, 1 ponto alto no ponto seguinte , leque de 7 pontos altos, pular um ponto e tecer um ponto baixíssimo.
Arrematar com agulha de tapeçaria levando o fio até o lado oposto prendendo o ínicio da carreira junto com o arremate.

Cabeça:
1- anel mágico com 6 pontos
2- 6 aumentos (12 pontos)
3- 1 ponto, 1 aumento até o final da careira (18 pontos)
4-2 pontos, 1 aumento até o final da carreira (24 pontos)
5 a 6- tecer ponto sobre ponto (24 pontos)
7- 2 pontos, 1 diminuição até o final da carreira (18 pontos)
8- ponto sobre ponto. (18 pontos)
Arrematar deixando um longo fio para costura.
Olhos: aplicar entre as carreiras 4 e 5 da cabeça deixando 3 pontos de separação

Bico:
1- tecer 6 correntinhas
2- trabalhar 4 pontos baixos, e no 5º ponto contornar tecendo pelo outro lado da correntinha, fazendo mais 5 pontos baixos. (10 pontos)
3 e 4: tecer ponto sobre ponto
Arrematar deixando um longo fio pra costura. Aplicar com agulha de tapeçaria centralizando na sexta carreira, abaixo dos olhos.

Patinhas (2x):

1- Anel mágico com 6 pontos baixos.
2- ponto sobre ponto (6 pontos)
3- 6 aumentos (12 pontos)
4 a 6- ponto sobre ponto (12 pontos)
7- “dedinhos”: dobrar a peça ao meio e tecer fechando, pegando 2 pontos por vez: tecer 2 pontos baixos, 1 baixíssimo e 2 pontos baixos.
Arrematar deixando longo fio pra costura.

Asas (2x):

1- tecer 3 correntinhas
2- tecer 2 pontos baixos no segundo ponto a partir da agulha. Subir correntinha, virar a peça (2 pontos)
3- colocar um aumento em cada ponto de base. Subir correntinha, virar a peça (4 pontos)
4- tecer ponto sobre ponto. Subir correntinha, virar a peça (4 pontos)
5- tecer 1 aumento, 2 pontos baixos e 1 aumento. Subir correntinha, virar a peça
(6 pontos)
6 e 7- tecer ponto sobre ponto (6 pontos)
Contornar a peça tecendo pontos baixos, aproximadamente 18 pontos são suficientes.
Arrematar deixando longo fio pra costura.

Chapéu (use uma linha mais fina):

1- Anel mágico com 6 pontos
2- tecer ponto sobre ponto (6 pontos)
3- 6 aumentos (12 pontos)
4- tecer ponto sobre ponto (12 pontos)
5- 1 ponto, 1 aumento por toda carreira (18 pontos)
6 e 7- tecer ponto sobre ponto (18 pontos)
8- tecer um ponto, 1 correntinha e pular um ponto de base, por toda a carreira (18 pontos)
9- Com linha mais grossa: tecer pontos baixíssimos por toda a volta, ou outro ponto decorativo.
Fazer um pompom com a linha mais grossa e aplicar na ponta do chapéu, deixando um longo fio pra costurar o mesmo na cabecinha!


Anotações:

Gostou dessa receita?!
Pode fazer seu patinho pra presentear, pra curtir e treinar suas habilidades!
Se quiser comercializar sua peça pronta, pode também, desde que em escala artesanal! Não se esqueça de dar créditos do desenvolvimento da receita! Isso incentiva os artesãos a continuar criando novidades! 
Se fizer e divulgar suas lindezas nas redes sociais me marque que vou adorar ver sua versão, e curtir suas produções!

Tô sempre se olho nas hashtags:

#fizumcacareco e #crochedescolado
Pra ver mais do meu trabalho acesse as redes sociais:
https://www.facebook.com/Cacarecoscraft/
@cacarecos_craft

Vou adorar ver vocês também no grupo do facebook “Crochê Descolado”
https://www.facebook.com/groups/1534630040165137/?fref=ts

Ragbelha a abelhinha ragdoll !

Oizzzzzzz!

Vamos pra essa receitinha fofa, fácil e rápida?

Todas as carreiras serão tecidas em pontos baixos. A cada fim de carreira vamos subir uma correntinha, virar o trabalho e seguir pra carreira seguinte. Todos os aumentos e diminuições serão feitos sempre nos 2 primeiros e 2 últimos pontos de cada carreira.

As trocas de cores serão feitas no último ponto da carreira. Fazemos metade do ponto na cor da carreira e terminamos o ponto com a cor da carreira seguinte e nessa cor é que subimos a correntinha.

Dito isso, vou listar quantos pontos vocês devem ter por carreira e em qual cor tecer as carreiras.

Corpinho (2x)

Amarelo

Vamos começar tecendo 6 correntinhas, subimos mais uma correntinha e viramos o trabalho.

Carreira 2: 8 pontos (sim, já começou com aumento!)

Carreira 3: 8 pontos

Carreira 4 :8 pontos

Carreira 5: 10pontos

Carreira 6: 10 pontos

Carreira 7 : 12pontos

Preto

Carreira 8: 12 pontos

Carreira 9 :12 pontos

Carreira 10: 12 pontos

Amarelo

Carreira 11: 12 pontos

Carreira 12 : 12pontos

Carreira 13: 10 pontos (atenção, começamos a diminuir!)

Preto

Carreira 14 : 10 pontos

Carreira 15: 10 pontos

Carreira 16: 8 pontos

Amarelo

Carreira 17: 8 pontos

Carreira 18: 8 pontos

Carreira 19: 6 pontos

Carreira 20: 4 pontos

Carreira 21: 2 pontos

Arremate com um baixíssimo e repita todo o processo para obter os 2 lados do corpinho da abelha!

Asas (4x):

Começamos com 2 correntinhas, subimos mais uma correntinha e viramos o trabalho

Carreira 2: 2 pontos

Carreira 3: 4 pontos

Carreiras 4 à 9: 4 pontos

Carreira 10: 2 pontos

Carreira 11: 2 pontos

Carreira 12: 1 ponto seguindo de um ponto baixíssimo.

Para unir as asas, vamos juntar as 2 partes e unilas com pontos baixos com a própria linha branca. Em seguida vamos com a cor preta fazer pontos baixíssimos em todo o contorno das asas.

Aplique os 2 olhos de segurança (oi borde) e borde a boquinha no trecho final crochetado em amarelo! Use a foto como referência!

Para unir o corpinho vamos encaixar um nó corrediço na linha preta e em seguida com as 2 partes juntas, tecer pontos baixos em toda a volta. Lembre-se se colocar 2 pontos baixos no mesmo ponto de base quando tiver numa parte de curva ou quina, senão fica repuxando! 😉

Coloque enchimento no corpinho antes de terminar os pontos baixos que unem partes! As asas não tem enchimento!

Costure as asas com essa mesma linha preta, passando pelo pesponto formado pelos pontos baixíssimos do contorno para não aparecer na trama branca da asa.

Fiz uma versão com chocalho dentro e tecida com linha compatível a agulha 3, ficou num tamanho ótimo pra bebês acima de 3 meses. É macio, não machuca, estimula com o som e as cores contrastantes tbm são ótimas pra compor móbiles para recém nascidos! Espero que curtam e que crochetem muito!

Não esqueçam de me marcar caso postem nas redes sociais! A rashtag oficial da Cacarecos é #fizumcacareco e a rashtag dessa receitinha é #ragbelha ❤

Beijozzzzzzzzzzz

Ursinho Ragdoll em crochê

Vamos para mais uma receita dessa nova febre que é o #ragdollcrochet ?!

Vamooooos!

Apesar de controvérsias eu juro que esse é um ursinho! Mas você pode chamar ele de gatinho tbm! Liberdade! ❤

Bom, eu usei barroco pra tecer ele e uma agulha 5! Pode ser feito com outros fios e outras agulhas de buenas! O legal é a tensão do ponto manter ele macio com buracos pequenos pro recheio não sair!

Bora lá!

Patas:

Vamos começar pela patinha número 1!

Tecemos 6 correntinhas na cor predominante.

A sexta corrente foi só pra subir a carreira, já que faremos as patinhas em carreiras vai e volta com 5 pontos baixos em cada! Vamos fazer 7 carreiras de 5 pontos baixos cada.

Agora vamos reservar essa primeira pata e fazer uma outra idêntica, mas no último ponto da sétima carreira prepare a troca de cores. Iniciaremos a oitava carreira e ao final subiremos 4 correntinhas e encaixaremos o próximo ponto baixo no último ponto da patinha número 1, e ponto sobre nos próximos 5 pontos que ela tem. Teremos então a oitava carreira da peça com 14 pontos baixos ao todo!

Corpo:

Vamos manter esse número de pontos por mais 2 carreiras. Na décima primeira carreira vamos começar e terminar com um aumento. Ficaremos com 16 pontos ao todo. Já estamos formando a largura da barriguinha dele!

Na décima terceira carreira vamos começar e terminar com um aumento e teremos então 18 pontos ao todo .

Na vigésima primeira carreira vamos começar a fazer diminuições graduais

Na vigésima quarta carreira teremos mais uma diminuição, ficando com 14 pontos na carreira.

Na vigésima sexta carreira teremos mais uma diminuição no começo e outra no final para ficarmos com 12 pontos! Já estamos no pescoço e a próxima carreira será denovo na cor predominante!

Carreiras 27 e 28 com 12 pontos cada.

Na carreira 29 vamos fazer aumento no começo e no fim da carreira pra ele ter fofas bochechinhas de 14 pontos cada!

Na carreira 32 teremos aumento novamente e agora já são 16 pontos na carreira! Seguiremos até a carreira 42 com esse número de pontos!

Orelhinhas:

Na carreira 43 vamos tecer apenas 5 pontos, subir uma correntinha e voltar tecendo 5 pontos baixos.

Na carreira 45 vamos fazer uma diminuição no começo e outra no final. Ficaremos com 3 pontos na carreira. Voltamos pra carreira 46 tecendo ponto sobre ponto e arrematamos.

Vamos pra outra ponta da carreira 43 e com um nó deslizante já na agulha na cor do ursinho vamos tecer a outra orelha igualzinha! Primeiro 5 pontos de base, depois diminui pra 3 e arremata!

Pronto! Temos a primeira parte do urso!

Agora basta repetir todo o processo pra ter as costas!

Bracinhos:

Nos dois lados da carreira 20 vamos. Encaixar 5 pontos baixos pegando pela lateral do trabalho! Pra fazer isso usamos a mesma técnica da orelha onde já vamos encaixar ponto baixo com a agulha vestida de um nó corrediço! Os braços terão 6 carreiras de 5 pontos cada! Ficam inclinados pra cima pois colocamos onde fizemos diminuições no corpo! Isso dá a impressão de que ele tá sempre pedindo um abraço!

Depois de colocar braços nos 2 lados da peça vamos colocar olhos 11 milímetros com travas de segurança em apenas um dos lados entre a carreira 36 e 37 com 6 pontos de intervalo entre eles. O focinho fica entre as carreiras 34 e 34 centralizado entre os olhos.

Coloque um lado sobre o outro bem certinho e com nó corrediço na agulha nas cores da peça (ora a cor predominante ora a cor da roupa) vamos colocar pontos baixos unindo os dois lados, recheando com fibra aos poucos. Quando passar por quinas ou bordas é legal colocar 2 pontos no mesmo ponto de base assim faz a curva sem ficar emborcando, sabem?

Pretendo fazer um video ensinando a gravata e uma live tirando dúvidas! O que acham? Foi difícil escrever essa receita! Mas fazer foi fácil! Quero saber se a opinião de vocês!

Se fizerem me marquem com a #fizumcacareco e #desafiodescolado #desafioragdoll

Me sigam no insta! Lá é o melhor lugar pra tirar dúvidas sobre as receitas aqui do blog! Pelos comentários aqui não sou tão boa! Hehehehe

@cacarecos_craft

Beijocas e bom crochê turma !

Ratinho hipster amigurumi

Gente querida! Venho com mais uma receitinha pra vocês! Dessa vez vamos crochetar um ratinho todo antenado nas tendencias! Sim!! Ele usa até pochete! Como lidar?

Vamos lá então?

Usei fio amigurumi mas você pode usar qualquer um que prefira!

Corpo:

1-Anel mágico com 6 pontos

2-6 aumentos (12 pontos)

1 ponto, 1 aumento por toda volta (18)

3-2 pontos, 1 aumento por toda volta (24)

4-3 pontos, 1 aumento por toda a volta (30)

5-4 pontos, 1 aumento por toda a volta (36)

6,7,8,9 e 10- Tecer ponto sobre ponto (36 pontos por carreira)

11- 4 pontos, 1 diminuição por toda a volta (30)

12- ponto sobre ponto (30)

13- 3 pontos, 1 diminuição por toda a volta (24)

14- ponto sobre ponto (24)

15- 2 pontos, 1 diminuição por toda a volta (18)

16- ponto sobre ponto (18)

17- 1 ponto, 1 diminuição por toda a volta (12)

18- ponto sobre ponto (12)

Arrematar com ponto baixíssimo deixando um longo fio pra costura do corpo com cabeça.

Cabeça:

1-Anel mágico com 6 pontos

2-6 aumentos (12 pontos)

3- 1 ponto, 1 aumento por toda volta (18)

4-2 pontos, 1 aumento por toda volta (24)

6-3 pontos, 1 aumento por toda a volta (30)

6-4 pontos, 1 aumento por toda a volta (36)

7 e 8- Tecer ponto sobre ponto (36 pontos por carreira)

9- 4 pontos, 1 diminuição por toda a volta (30)

10- ponto sobre ponto (30)

11- 3 pontos, 1 diminuição por toda a volta (24)

12- ponto sobre ponto (24)

13-2 pontos, 1 diminuição por toda a volta (18)

14- ponto sobre ponto (18)

15- 1 ponto, 1 diminuição por toda a volta (12)

Nariz:

1- anel mágico com 5 pontos

2- 5 aumentos (10)

3 e 4- ponto sobre ponto (10)

5- 1 ponto, 1 diminuição por toda volta (7)

6 e 7- ponto sobre ponto (7 pontos por carreira)

Arrematar deixando um longo fio pra costurar o nariz na cabeça

Orelhas (2x):

1- anel mágico com 6 pontos

2- 6 aumentos (12)

3- 1 ponto, 1 aumento por toda a volta (18)

Para fazer a pochete basta seguir os passos da orelha, porém ao final dobramos esse disco que se formou ao meio e costuramos com o próprio fio unindo os lados e ao final fazemos uma correntinha da circunferência do corpo do ratinho. Arrematar com ponto baixíssimo.

Arrematar deixando um longo fio pra costurar na cabeça.

Patas (4x):

1- anel mágico com 6 pontos

2- 6 aumentos (12)

3 e 4- ponto sobre ponto (12)

5- 1 ponto, 1 diminuição por toda a volta (8)

6 a 12- ponto sobre ponto por toda a volta (8 pontos por carreira)

Arrematar cada patinha deixando um longo fio pra costura delas no corpo!

Costurar as patas traseiras na quinta carreira do corpo deixando 3 pontos de espaço entre elas. Após arrematar a última pata, deixe o fio sair para a parte traseira do corpinho e já forma do rabinho com esse fio!

Costurar as patas dianteiras na carreira 18 do corpo deixando 5 pontos de intervalo entre elas.

Costure o nariz alinhando com o final do focinho. Costure as orelhas na carreira 7 da cabecinha deixando 8 pontos de intervalo entre elas.

Borde os olhos e boquinha com linha preta.

Prontinho! Agora já temos um rato com sua bela pochete indo flanar por aí! 😍 Não tem mistério, né? Em breve deve sair no YouTube o vídeo com o passo a passo dele que fiz pro programa Vitrine do Artesanato na Gazeta! Assim que sair coloco o link aqui!

Quando públiar foto do seu ratinho nas redes sociais não esquece de me marcar e usar a #fizumcacareco pra entrar na galeria descolada e eu poder curtir seu feito! Combinado? Combinado!

Bom crochê, turma!

Receita Ragdoll Crochê de Girafa!

Oi turma, tudo bem?

Voltei hoje com uma receita extra pro desafio das girafas! A versão de hoje é uma Ragdoll (boneca de trapos) feita em crochê na forma de uma bebê girafa! To amando essa técnica! Diferente dos amigurumis, nessa modalidade nós crochetamos em carreiras e não em espiral. Fazemos os dois lados da peça separadamente e depois unimos com pontos baixos.

Começaremos pelas patas!

No tom escolhido (no meu caso, laranja bebê), faça 11 correntinhas e mais uma correntinha de subida. Volte tecendo um ponto baixo por correntinha, pegando no meio dela, deixando de fora apenas a alcinha de baixo. Teremos então nossa carreira de 11 pontos baixos. A partir de agora vamos tecer as carreiras de forma tradicional formando um retângulo de 7 carreiras com 11 pontos cada na cor escolhida pro pézinho. No meio do último ponto da sétima carreira vamos trocar para a cor da perninha e corpinho(no meu caso, amarelo bebê). Teremos nessa cor mais 12 carreiras e iremos reservar essa parte.

Começaremos uma nova perninha idêntica a essa, porém avançaremos para a décima terceira carreira. Quando tivermos as duas patas, uma com 12 carreiras e outra com 13, pegaremos essa última e teceremos ao final dela 8 correntinhas. Ao final delas, encaixaremos pontos baixos na pata que tinha 12 carreiras e uniremos elas, tendo agora uma peça única com 13 carreiras sendo a última de 30 pontos baixos. Teceremos mais 13 carreiras com 30 pontos cada e teremos as 2 patas e o corpinho juntos.

Agora chegou a hora do pescoço! Estamos na vigésima sexta carreira (26) e na 27, vamos tecer apenas os primeiros 11 pontos e fazer uma correntinha pra subir.

Viramos a peça e por 14 carreiras vamos tecer apenas 11 pontos em cada. Assim sobe o pescocinho que fica alinhando com a pata da frente e tem a mesma largura.

Na décima quinta carreira desse pescoço vamos dar início ao focinho. Antes de seguir pra carreira, vamos tecer 6 correntinhas e mais uma pra subir. Viramos a peça e tecemos os 5 pontos baixos da correntinha e mais os 11 do pescoço, totalizando 16 pontos nessa carreira. Seguimos subindo mais 11 carreiras de 16 pontos e teremos agora a cabeça da nossa girafa.

Pra fazer a orelha vamos na última carreira tecer 4 pontos baixos, subir correntinha e virar. Teceremos novamente 4 pontos, subimos correntinha, viramos e fazemos 2 diminuições, ficaremos com 2 pontos. Tecemos um ponto em cada um desses 2 e arrematamos com uma diminuição. Teremos formado a orelinha. Em seguida contornamos metade dela com pontos baixíssimos pra chegar novamente na carreira de base.

Vamos para o “chifre”. Encaixamos 1 ponto baixo na carreira de base(será o intervalo entre a orelha e o chifre) e subimos 6 correntinhas. Desceremos tecendo 5 pontos baixos nela e sempre prendendo ao final num ponto da carreira base, vamos subindo 4 carreiras desse chifre. Prendemos o último ponto na carreira de base com um baixíssimo e assim finalizamos um dos lados da ragdoll.

Basta repetir o processo e criar o segundo lado.

Finalização:

Vamos unir os dois lados com pontos baixos e ir colocando enchimento. Na quina do bumbum da girafa vamos fazer um nó corrediço na linha da cor do corpo e colocar na agulha. Então vamos tecer 4 pontos baixos centralizados na quina e subiremos 4 carreirinhas de 4 pontos cada, 3 carreiras de 3 pontos cada, 2 carreiras de 2 pontos baixos e finalizamos com mais uma diminuição pro rabinho acabar pontudo com 1 ponto baixo. Depois, na cor do pé, vamos colocar o detalhe dos pêlos na ponta do rabo. Vamos encaixar 6 correntinhas onde desceremos tecendo aquela velha sequência: 1 ponto baixo, 1 meio ponto alto, 1 ponto alto, 1 altíssimo e em seguida, 1 ponto alto, 1 meio ponto alto e um baixíssimo na base pra finalizar.

Na ponta do chifre vamos tecer nessa cor secundária 5 pontos baixos.

Por último vamos bordar o rosto e algumas manchas no corpo dela com a cor de sua preferência. Preferi algo mais escuro pro rosto e neutro pras manchas.

Prontinho! Mais uma opção bacana pra decoração infantil e por que não adulta né? É ludica, fofinha é fácil de fazer!

Gostou? Compartilha com outras pessoas que crochetem! Vamos encher o mundo de girafinhas! Hehehe se você fizer, marque a Cacarecos e use a #fizumcacareco pra eu poder ver sua versão dessa peça!

Falou? Valeu? Beijos pra vocês!!!

Chaveiro porta treco amigurumi

Oi Pessoal! Tudo bem? Quanto tempo não posto aqui né? Eu tardo mas não falho e hoje trago pra vocês uma receitinha bem fácil de fazer, ótima pro #timedosansiosos como eu!

Essa receita é feita em espiral, na técnica do amigurumi.

Vamos começar tecendo 16 correntinhas. Vamos contornar essas correntinhas tecendo um ponto baixo em cada elo. Quando chegar no décimo quinto elo (o primeiro ) vamos encaixar 3 pontos baixos e seguir contornando o outro lado das correntinhas com as alças que ficaran disponíveis. Na última vamos encaixar mais 2 pontos baixos no mesmo elo e assim teremos ao todo 32 correntinhas pra tecer em espiral por mais 14 carreiras. O resultado será uma mini bolsinha.

Faça o acabamento e borde em ponto cruz sua bolsinha usando a própria trama do crochê pra guiar os pontos! Pode bordar o que quiser. Eu bordei uma girafinha porque esse projetinho está fazendo parte de uma colaboração com outras artesãs convocadas pela Bruna Scopel do blog Crochet Land. O tema era livre desde que tivesse a ver com girafas e então achei uma ótima oportunidade pra juntar o crochê ao ponto cruz! 🤗

Para fazer a alcinha lateral onde prendemos o chaveiro ou um mosquetão , basta tecer 3 correntinhas e mais 8 carreiras de 2 pontos baixos cada e prender com agulha de tapeçaria no canto superior direito.

Para fechar a bolsinha usei um botãozinho de pressão daqueles que se aplicam em lingeries. Basta costurar na mesma cor da bolsinha com uma linha de costura pra ficar invisível. Costure várias vezes pra ficar bem firme!

Nesse tamanho de bolsinha cabe direitinho um batom ou 2 pen drives! Um charminho pra levar na bolsa e alegrar os olhos por um momentinho do dia que seja!

Dá pra aumentar as correntinhas iniciais e fazer do tamanho do celular… Do tablet… Vai depender da sua criatividade e do tempo que você tem pra tecer! Pros apressadinhos esse tamanho é ideal! Em 1 horinha você faz! 😉

Se tecer essa receitinha me marca com #fizumcacareco , tá? Quero ver sua versão!

Pra seguir fazendo os projetos dessa colaboração se liga nas redes sociais da Nat Petry que a próxima girafa é dela!

😊😊😊😊😊😊😊

Beijos

Clarice Moraes